BTTFOZCOA

BTTFOZCOA

BTTFOZCOA

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Mais umas pedaladas pró “currículo”

É verdade, e que pedaladas estas…. Foram perto de 50Km que eu e o Teixeira fizemos, em ritmo de passeio, mesmo daqueles passeios em que se pedala muito devagar, para desfrutar da paisagem, que já vai bem florida, pelas belas amendoeiras.
Ora, tudo começou pelas 9h30 no sítio do costume, que eu me juntei ao Teixeira. Eu com pouco apetite e o Teixeira ainda menos, demorámos uns minutos a decidir o percurso, isto porque estávamos mesmo sem apetite, mas como já tínhamos saído do quentinho das nossas camas, lá decidimos ir até Torre de Moncorvo, ver como estavam as festas por lá.
Lá saímos nós então, com muito frio, em direcção a Moncorvo e descemos pela Costa. Eu como ia com a minha velha BTT, que ainda está para as curvas (mas sem travões, só com abrandadores) fomos devagar, pelo menos eu. Continuando o passeio, fomos até ao Pocinho, parando na estação para umas fotos e o Teixeira tirar umas dúvidas, de como transportar as bikes nos comboios para futuros passeios.
De seguida continuámos até ao cruzamento da Vilariça e subimos para Moncorvo, pela nova estrada. Chegados a Moncorvo, demos por lá umas voltas para ver como paravam as festas, mas não vimos nada de especial, por isso siga para Foz Côa que já se fazia tarde.
Lá viemos nós pela antiga estrada para Moncorvo, em sentido descendente é muito “porreira” de se fazer, bem acentuada e com muitas curvas. Chegados ao Pocinho parámos na barragem para dois dedos de conversa com uns motards de Lisboa e de Almeirim que andavam a passear.
Uma foto e lá vamos para Foz Côa, bem devagar que as minhas pernas já não estavam famosas, fruto dos mais de 20kg (pareciam ser bem mais) da minha velha bike. Chegados a Foz Côa, cada um para sua casa que já estava na hora de almoço.
E assim foi mais um passeio, belo passeio com um dia espectacular, em que a lição deste dia é que “O que interessa para nos fazer seguir em frente é a força de espírito e não a máquina em que nos fazemos transportar”!

Texto e fotos por: José Gonçalves
































1 comentário:

Carlos Gabriel disse...

Ora aqui este passeio de dois amigos que fizeram com boas fotos das amendoeiras em flor “excelente” e as suas máquinas de transporte que pelos vistos são mais antigas, mas o que da força é a vontade...

Bem haja, José Gonçalves e as pernas com tempo lá vão.